×

Pela primeira vez, mesa diretiva da Câmara dos Deputados terá três mulheres no comando

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), que participou ativamente das votações, destacou a eleição.

Pela primeira vez, mesa diretiva da Câmara dos Deputados terá três mulheres no comando

Foto: Assessoria

A mesa diretiva da Câmara dos Deputados biênio 2021-2022 ficará marcada na história pela expressiva participação feminina. Dos sete principais cargos, três serão ocupados por mulheres, ou seja 40% dos cargos diretivos. A eleição que começou na segunda-feira (01) com a escolha de Arthur Lira como presidente foi concluída em sessão presencial nessa quarta-feira (03).

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), que participou ativamente das votações, destacou a eleição. “É um fato inédito que fortalece muito a bancada feminina”, afirmou.

As deputadas  Marília Arraes (PT-PE)Rose Modesto (PSDB-MS) e  Rosângela Gomes (Republicanos-RJ) foram escolhidas para ocupar ?  a 2ª,  3ª e 4ª secretaria  respectivamente. Além delas, foram eleitos os deputados Marcelo Ramos (PL- AM)  para  1ª vice-presidência, André de Paula (PSD-PE); 2ª vice-presidência e Luciano Bivar (PSL-PE) para  1ª secretaria.

“As secretarias são cargos de suma importância para a andamento da Câmara dos Deputados. São responsáveis pela gestão da Casa, com atividades administrativas referentes ao dia a dia dos parlamentares e servidores”, explicou a deputada. “Com as três deputadas à frente de três secretarias temos certeza que as mulheres brasileiras estarão bem representadas”, completou Jaqueline Cassol.

ELEIÇÃO- A escolha dos integrantes da Mesa é feita de acordo com o número de deputados em cada partido ou bloco partidário. Os deputados escolhem através de voto secreto e podem votar apenas em candidatos do partido que teve o direito de escolha para cada cargo. O líder do partido indica o candidato, mas também podem se inscrever candidatos independentes do mesmo partido (chamados de candidatos avulsos).

Accessibilidade